Covid-19: saiba mais sobre os protocolos de cada banco 
Cancelar

 

Covid-19: saiba mais sobre os protocolos de cada banco

Sindicato orienta que bancário faça contato em caso de dúvidas e descumprimento das medidas

Com o aumento do número de casos de Covid-19 e da gripe H3N2 nos primeiros dias do ano, o SINTRAF JF atendeu muitos bancários com dúvidas e denúncias com relação ao descumprimento dos protocolos e desassistência médica, como o caso da Cassi.

A diretoria do sindicato ressalta a importância do cumprimento das medidas preventivas estabelecidas, além, é claro, do uso de máscaras e álcool gel. “Precisamos ter responsabilidades. Não podemos deixar que um novo surto de covid-19 chegue em nossa cidade. Não podemos propagar o vírus, pois a pandemia não acabou. Estamos vacinados, mas ainda existem riscos com as variantes, como a Ômicron. Vidas valem mais que lucro!”, aponta a diretora de Saúde Taiomara Neto de Paula.

Destacamos os principais pontos do protocolo de cada banco para ajudar os bancários nesse momento. Cabe ressaltar, que cada banco tem especificidades com relação às medidas, mas todas as acordadas devem ser cumpridas para garantir a segurança e saúde dos trabalhadores e clientes. Outra orientação importante é que todos os bancos possuem atendimento de telemedicina.  E o mais importante: se proteja! Cuide da sua saúde! SE O BANCÁRIO TESTAR POSITIVO PARA A COVID-19 NÃO PODE DE FORMA ALGUMA SER COLOCADO EM HOME OFFICE. O período de afastamento/ isolamento deve ser exclusivo para os cuidados com a saúde!

Denuncie!

Se estiver enfrentando qualquer dificuldade, tiver alguma dúvida ou seu gestor não estiver cumprindo as medidas previstas, entre em contato com o SINTRAF JF imediatamente. Você não precisa se identificar, mas seus dados são resguardados. Essas informações contribuem para um controle mais rigoroso da situação e para que o sindicato possa cobrar dos responsáveis. 

Telefone: (32) 3215-2249
E-mail Diretoria de Saúde: saude@bancariosjf.com.br 
WhatsApp Diretoria de Saúde: (32) 98446-8977
Redes Sociais SINTRAF JF: Facebook e Instagram - @bancariosjf | Twitter - Sintrafjf 
WhastApp SINTRAF JF: (32) 99108-2039

Quer receber notícias sobre o sindicato? Cadastre-se em nossa lista de distribuição. https://bancariosjf.com.br/site/

Banco do Brasil

- Caso positivo: funcionário é afastado e caso tenha trabalhado as últimas 72 horas, o gestor deve encerrar o expediente.  
* As horas não trabalhadas da equipe deverão ser abonadas.
- Contatante e/ou caso suspeito: recorrer a telemedicina da Cassi para possível testagem e/ ou afastamento.
- Agência: caso haja a confirmação de caso positivo, o gestor deve providenciar junto à equipe de limpeza o reforço da higienização.
- Caso de suspeita no ambiente familiar: o funcionário se ASSINTOMÁTICO poderá trabalhar exceto se houver recomendação médica, aí o gestor define medidas de trabalho remoto, uso do banco de horas negativo, etc. Se SINTOMÁTICO deverá proceder como caso suspeito. 
- Caso confirmado no ambiente familiar: se ASSINTOMÁTICO deverá preencher a autodeclaração de saúde e entrar em isolamento por 14 dias, se SINTOMÁTICO deverá procurar o atendimento médico como demais casos suspeitos. 

Caixa

– Caso confirmado: Atestado por 14 dias, conforme orientação médica. 
– Caso suspeito: Usar serviço de telemedicina pelo 0800 799 9922.
- Agência: deve ser sanitizada
- Contatantes: todos os empregados que tiveram contato com o colega por mais de 15 minutos a menos de 1 metro de distância precisam ser testados. Se tiver sintomas, mesmo que o resultado negativo, deve ficar afastado por 72 horas, se ASSINTOMÁTICO, retorná-lo às atividades presenciais. Em caso positivo ou impossibilidade de realizar a testagem direcionar o empregado para projeto remoto excepcional por 14 dias conforme atestado.
– Casos suspeitos no domicílio: Usar serviço de telemedicina pelo 0800 799 9922.
– Casos confirmados no domicílio: O empregado fica em Projeto Remoto por 14 dias, sendo necessário apresentar documento comprobatório.

Bradesco

- Caso confirmado: bancário será afastado por 14 dias.
- Caso suspeito: afastado para a testagem, inclusive pode entrar em contato com o Viva Bem.
- Contatantes: devem ser afastados e a testagem é facultativa. Para testar ligar no Viva Bem e fazer a solicitação. Exame de sangue basta ir ao laboratório conveniado e o PCR o bancário deve agendar. Após testagem o bancário pode retornar ao trabalho se der negativo.
- Agência: só será sanitizada de acordo com o último dia de trabalho do bancário que testou positivo. Caso tenha mais de 3 dias, o banco não faz a sanitização. 

Itaú

- Caso positivo: bancário é afastado.
- Caso suspeito: buscar atendimento pela central de telemedicina 0800 940 3979.
- Contatantes: são afastados e encaminhados para testagem apenas os funcionários que tiveram contato com o contaminado por mais de 15 minutos, sem máscaras e por menos de 1,5 m de distância. 
- Agência: passa por sanitização.
– Se houver caso confirmado com quem coabita, entre em contato imediato com o gestor.

Mercantil do Brasil

- Caso positivo: bancário é afastado
- Caso suspeito e/ou contatantes: Funcionário com suspeita deve entrar em contato com a TEG Saúde.
- Agência: não fecha, mas passa por uma higienização no mesmo dia em que o caso é confirmado. 

Santander

- Caso positivo: bancário é afastado.
- Caso suspeito: entre em contato com o seu gestor e busque orientação médica (24h) pelo 3249-5709 ou pelo Conexa Saúde.
- Contatantes: são afastados e devem aguardar em isolamento a convocação para o teste que será feita por e-mail com cópia para o gestor. O trabalhador deve enviar e-mail com o resultado e demais informações do teste.
- Agência: passa por sanitização
– Caso haja um caso confirmado de coronavírus em sua casa, entre em contato com seu gestor.

Fonte: SINTRAF JF com informações da diretoria de saúde.