Ditadura Nunca Mais! FORA BOLSONARO 
Cancelar

 

Ditadura Nunca Mais! FORA BOLSONARO

Manifestações reafirmam a defesa da vida e exigem vacina para todes

Em tempos duros onde a falta de compromisso do Governo Federal com o principal, a vida das pessoas, fere de morte princípios muito caros à democracia, é sempre imprescindível relembrar fatos que marcaram a história do país. Relembrar para que nunca mais, em tempo e circunstância alguma, volte a acontecer. 

Enquanto o presidente da república e seus apoiadores "celebram" o dia 31 de março, dia em que eventos culminaram no Golpe Militar de 1964, de várias cidades do país trabalhadores, estudantes e militantes de movimentos sociais e populares dizem NÃO há qualquer ameaça ao estado democrático de direito. 

De Juiz de Fora, onde à época (1964) saíram tropas para o Golpe, desde ontem o a Frente Brasil Popular, os coletivos Periferia no Poder e Alvorada, sindicatos e entidades de classe levam às ruas seu grito em defesa da VIDA, por VACINAS para TODES e FORA BOLSONARO GENOCIDA. As manifestações respeitam as medidas necessárias ao momento crítico da pandemia, sem aglomerações e com distanciamento social, impactam e alertam a população para a gravidade do momento em que vivemos com frases de ordem em faixas estendidas em pontos centrais da cidade, como a Praça Antônio Carlos. Isso porque mais de 300 mil pessoas já morreram durante a pandemia em decorrência do negacionista do presidente e da falta de políticas públicas eficazes e em tempo para o combate à pandemia. 

O secretário-geral do SINTRAF JF e integrante do Coletivo Periferia no Poder, Robson Marques, participou das manifestações e frisou que não podemos esquecer as atrocidades que já condenaram à morte milhares de brasileiros. Para Robson, hoje o Governo Bolsonaro ameaça à democracia, os direitos dos cidadãos, sobretudo dos mais pobres, e condena novamente à morte. "Nossas bandeiras são Fora Bolsonaro Genocida, fora este governo que traz morte. Vacina já para todas e todos! Assim como em várias cidades do país, nós nos unimos por vacina no braço e comida na mesa!", finaliza o dirigente sindical.

Os atos breves com poucas pessoas ainda contaram com a participação do trompetista do ex-presidente Lula, Fabiano, que levou sua música militante em espaços públicos da cidade, como a Prefeitura Municipal, a Câmara dos Vereadores de Juiz de Fora e o calçadão da Rua Halfeld.

#FORABOLSONAROGENOCIDA
#VACINAJÁ
#AUXÍLIOEMERGENCIALJÁ
#JuizDeForaPelaVida