Doenças de inverno reduzem imunidade e deixam corpo mais frágil para contágio Covid-19, explica médica 
Cancelar

 

Doenças de inverno reduzem imunidade e deixam corpo mais frágil para contágio Covid-19, explica médica

A COVID-19 é provocada por um vírus muito agressivo ao corpo, por isso, o sistema de defesa precisa estar fortalecido para combater o vírus.

Com os dias mais frios, surgem algumas doenças de inverno, transmitidas por bactérias, fungos e vírus. É nesta época do ano que a imunidade do corpo é reduzida, facilitando o surgimento de alergias respiratórias, gripes, resfriados com coriza, dermatites causadas pela exposição ao frio, pneumonias, bronquites, asmas e meningite, dentre outras. Isto ocorre pois o corpo passa a dedicar mais energia na manutenção da temperatura, reduzindo a potência do sistema imunológico, principal responsável pela defesa do corpo contra micro-organismos causadores de doenças. A COVID-19 é provocada por um vírus muito agressivo ao corpo, por isso, o sistema de defesa precisa estar fortalecido para combater o vírus.
Com o objetivo de orientar as pessoas a se prevenirem, no Sintraf Cuida desta semana, a otorrinolaringologista Liora Gonik dá algumas dicas para evitar as doenças de inverno. Segundo ela, uma boa alimentação é fundamental para melhorar a imunidade. Além disso, a higiene adequada e o ambiente arejado também ajudam a evitar o contágio por esses tipos de doenças. “Qualquer instabilidade no organismo, seja por rinite simples resfriado ou infecção bacteriana como amigdalite, sinusite ou otite, baixam a imunidade deixando o corpo mais frágil ao contágio por covid-19” explica. 
Deste modo, Liora orienta às pessoas a procurarem um médico caso a alergia esteja descompensada, uma vez que este quadro poderá levar a uma infecção. 
Para outras informações ou esclarecer dúvidas, entre em contato com a profissional:

Liora Gonik
32326686 
whatsapp 99990-2292
Instagram@clinicagonikdias
Facebook @Clinica Gonik Dias