Doenças psicossomáticas é tema do Sintraf Cuida desta semana 
Cancelar

 

Doenças psicossomáticas é tema do Sintraf Cuida desta semana

Sintraf Cuida debate a influencia dos fatores emocionais no surgimento de doenças psicossomáticas

Dando continuidade ao tema Saúde Mental, nesta segunda-feira, 25 de maio, o Sintraf Cuida debate a influencia dos fatores emocionais no surgimento de doenças psicossomáticas, cujo fator psicológico é um dos componentes desencadeadores de doenças orgânicas. 
De acordo com a professora do departamento de Psicologia da UFJF, Fabiane Rossi, entre as principais doenças psicossomáticas estão doenças de pele, do sistema respiratório, intestinais, autoimunes, dores crônicas, entre outras. Segundo ela, conforme estudos, isto ocorre, pois os estressores psicossociais diminuem a eficiência do sistema imunológico, deixando as pessoas mais suscetíveis para o desenvolvimento de doenças.
Desta forma, neste momento de pandemia, seja em função do isolamento social ou da exposição aos riscos de trabalhadores dos serviços essenciais, os indivíduos podem estar mais suscetíveis ao desenvolvimento de a quadros de ansiedade e depressão, quadros psicossomáticos, principalmente a identificação com sintomas da Covid-19 mesmo que não estejam contaminados.
Para a professora, o controle do estresse, suporte social, desenvolvimento de estratégias de resiliência, as mudanças de hábitos e estilo de vida podem contribuir para a prevenção de doenças psicossomáticas. “Entender o quanto a saúde mental pode levar o adoecimento físico, impactar a nossa imunidade é importante para atuar preventivamente”, afirma.
Com o objetivo de conhecer  as principais consequências da pandemia na saúde mental da população brasileira, Fabiane convida a participar da pesquisa “Saúde mental na pandemia da Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): Um estudo brasileiro” realizada pelo Núcleo Interdisciplinar de Investigação em Psicossomática, Saúde e Organizações (NUIPSO) da Universidade Federal de Juiz de Fora. Organizado pela pesquisadora Fabiane Rossi dos Santos Grincenkov. A pesquisa é aberta a todos os interessados, e a participação é voluntária.
Para participar, basta acessar https://cutt.ly/1yOtf3F e responder o questionário, que leva menos de 10 minutos. Participe!