Sindicato conquista reintegrações para bancários demitidos pelo Bradesco 
Cancelar

 

Sindicato conquista reintegrações para bancários demitidos pelo Bradesco

Juiz reconhece falta de compromisso e responsabilidade do banco em plena pandemia

Após a conquista de três reintegrações para bancárias/os demitidas/os pelo Bradesco durante a pandemia, o SINTRAF JF comemora novamente. O bancário, que também trabalhava no Bradesco, foi demitido mesmo após acordo com movimento sindical de não demitir durante a pandemia. Situação essa já exposta amplamente nos meios de comunicação do sindicato e de todo o movimento sindical.
A advogada credenciada ao sindicato e responsável pelo caso, Dra. Cláudia Vieira, vê um cenário muito positivo com essa decisão favorável ao trabalhador por um juiz diferente e que também pontuou a falta de compromisso da instituição financeira durante essa crise sanitária.
A vice-presidenta do SINTRAF JF, Lívia Terra, comenta que o bancário tinha histórico de adoecimento e contava com toda documentação que comprovasse sua condição. Lívia ressalta a importância da conquista: "É a segunda decisão que temos em vara diferente, por juiz diferente. Isso significa que os juízes estão considerando este acordo e levando em consideração o seu descumprimento em plena pandemia. Acreditamos que essas decisões são importantes, pois abrem caminho para outras em favor das/os bancárias/os.".
A diretora de Saúde e Condições de Trabalho do SINTRAF JF, Taiomara Neto de Paula, reforça a importância das/os trabalhadoras/es manter toda a documentação do histórico do adoecimento atualizado e entrar em contato com o sindicato caso seja demitida/o. "O sindicato sempre esteve e vai continuar na luta pelos direitos da categoria bancária, pois os bancos vêm desrespeitando os bancários, principalmente agora em um momento difícil em meio a uma pandemia.”.
Decisões como essa mostram que a Justiça do Trabalho tem se posicionado contrária às arbitrariedades cometidas pelos bancos. Determinando cada vez mais a nulidade das demissões desses trabalhadores demitidos cruelmente. 
No fechamento da matéria, Lívia informou que o sindicato havia conquistado mais uma reintegração para outro bancário demitido pelo Bradesco. A entidade e os advogados credenciados que acompanham processos semelhantes aguardam outras decisões, mas comemoram muito as vitórias conquistadas até o momento.