Sintraf Cuida dá dicas de exercícios de respiração que auxiliam no controle da ansiedade 
Cancelar

 

Sintraf Cuida dá dicas de exercícios de respiração que auxiliam no controle da ansiedade

Com o objetivo de contribuir para o bem estar das pessoas neste momento de pandemia, o Sintraf Cuida desta semana apresenta técnicas de respiração que auxiliam no controle da ansiedade

O risco de contágio para as pessoas que mantém o trabalho presencial das atividades essenciais, assim como o isolamento social, a perda de emprego na família, redução salarial, todos esses fatores, entre outros provocados pela pandemia do novo coronavírus, deixam as pessoas mais vulneráveis às emoções. Ficar imune a essa onda de ansiedade é um grande desafio, uma vez que não é possível prever quando a rotina voltará ao normal. Trata-se de uma reação natural do nosso organismo, porém, aprender a controlar a ansiedade é fundamental para uma boa saúde mental e física. Isto porque, quando ela apresenta-se com maior intensidade e duração, interfere negativamente no nosso dia a dia. 
A ansiedade interrompe a respiração correta, ocasionando um bloqueio do músculo diafragma, podendo causar dores de cabeça, nas costas, problemas gastrointestinais e até mesmo a redução da imunidade. Da mesma forma que o estresse é capaz de interferir na forma de respirar, exercícios de respiração contribuem para aliviar as tensões e mudar o estado emocional.
Com o objetivo de contribuir para o bem estar das pessoas neste momento de pandemia, o Sintraf Cuida desta semana apresenta técnicas de respiração que auxiliam no controle da ansiedade. A psicóloga, educadora física e professora de ginástica holística, Jacqueline Brega fala sobre a importância da respiração em todos os momentos da vida, principalmente na pandemia. “A respiração é o que nos traz para o momento presente. Muito importante para trabalhar estados emocionais desequilibrados, ansiedade principalmente, medo, tensão, raiva, qualquer sentimento. O próprio fato da gente perceber a respiração, já traz a gente para o momento presente, para o nosso centro, para o contato com a gente mesmo” explica. 
Assista o vídeo e confira as dicas da psicóloga.