SINTRAF JF: vidas valem mais que LUCRO 
Cancelar

 

SINTRAF JF: vidas valem mais que LUCRO

Durante a pandemia, direção adotou medidas que garantem o atendimento seguro ao bancário e resguardam a saúde

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou estado de pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus (Sars-Cov-2), em 11 de março. Todos os países foram obrigados a adotar medidas preventivas e de combate ao avanço do vírus. Alguns fizeram restrições mais severas o que impediu o grande número de vítimas pela doença. Outros países como o Brasil duvidaram do poder de transmissão e já somam mais de 148.304 mortes (Alerta Covide do Google em 08/10/2020).

Sobre os números do Coronavírus em Minas Gerais, o Jornal Tribuna de Minas desta quinta-feira, 8, apresenta 7.897 mortes e mais de 315 mil contaminações confirmadas. A Prefeitura de Juiz de Fora divulga diariamente na página https://covid19.pjf.mg.gov.br/ os dados relacionados à contaminação na cidade. Até o momento são 235 óbitos, 6314 casos confirmados e 22974 suspeitos. 

Recentemente o prefeito de Juiz de Fora, Antônio Almas (PSDB), declarou em coletiva de imprensa que a cidade enfrenta “o pior momento da pandemia no que diz respeito à óbitos”. Outro dado relevante é que a capacidade de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) já passa de 80%. 

Durante a pandemia, o sindicato mantém seu funcionamento e suas atividades se adequando à realidade atual. A direção do SINTRAF JF, leva em consideração os dados municipais, estaduais e nacionais, e mais do que isso, segue as orientações da OMS,  e acredita que a situação ainda exige cuidado extremo. Por isso, a entidade continua atendendo por telefone. Assim, a sede do sindicato continuará funcionando, de 10 às 15 horas, de segunda à sexta, em esquema de plantão, sem atendimentos presenciais. O atendimento presencial é destinado apenas àqueles casos urgentes devendo ser previamente agendado.  

Dessa forma, como reforça a vice-presidenta do SINTRAF JF, Lívia Terra, o sindicato atua e resguarda a saúde de todos, diretores, bancários e funcionários. Ela ainda frisa que a pandemia os obrigou a diminuir as visitas nas agências e a cessar a produção de materiais impressos como o Boletim, uma vez que podem ser vetores de contaminação. Mas Lívia reforça que o SINTRAF JF intensificou sua presença em outros canais de comunicação como o novo site, em que o bancário encontra espaço para denúncias de assédio moral, notícias dos bancos, da categoria, do clube dos bancários e também pode solicitar acesso à lista de distribuição do sindicato no WhatsApp e receber os materiais e informações da categoria. 

Ainda é tempo de cuidar! E todas e todos devem fazer a sua parte! É o que a direção reforça a toda a categoria, que está na linha de frente por ser considerada serviço essencial. O uso correto das máscaras, a higienização constante das mãos e o distanciamento social são medidas essenciais para que possamos diminuir os casos, evitarmos a lotação das UTIs e as mortes em decorrência da contaminação do Coronavírus.